Ligue: (62) 98104-7470 | WhatsApp: (62) 3208-6915 [email protected]

Todo produtor rural sabe a importância da utilização de Herbicidas para a manutenção do plantio. No entanto, quando se trata de Mogno Africano, os investidores ainda têm dúvidas sobre quais são os produtos mais eficazes. Em razão disso, a Mudas Nobres pesquisou diversas moléculas e suas consequências para proporcionar o melhor resultado durante o cuidado com Mogno Africano.

Em parceria com a Universidade Federal de Goiás (UFG), foram realizados estudos com 18 produtos utilizados atualmente para o combate de ervas daninhas. Destes, selecionamos 11 moléculas que não causam danos à cultura do Mogno Africano. Conforme o sócio-proprietário da Mudas Nobres, Canrobert Tormin Borges, os estudos contemplam plantas dicotiledôneas e monocotiledôneas.

“Temos resultados bastante interessantes, tanto para uma monocotiledôneas como dicotiledôneas, folhas largas e folhas estreitas. Então, dessas moléculas alguma realmente não causa nenhum dano à cultura do Mogno Africano. A Universidade tem esse trabalho publicado e pode elucidar de forma muito tranquila. Trabalhamos também com glifosato em jato dirigido e posteriormente a manutenção da cultura é mais tranquila”, explica.